quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Carrot Cake

Tenho lembranças espetaculares do Outono nos Estados Unidos. Lembro quando acordava de manhã olhava pela janela da cozinha e tinha um vista maravilhosa diante de mim,  então somente sorria e agradecia a Deus por estar vivendo o que eu sempre sonhei. Uma paisagem simplesmente perfeita  onde você vê a diferença de tons das folhas, tons de verde, amarelo, vermelho e meio alaranjado. Momentos especiais que sempre guardarei na minha memória.
E quandouando pegava a estrada, olhava pelo meu retrovisor e tinha uma belíssima imagem em diferente cores á minha volta, simplesmente maguinífico. Deixo uma dica: viaje nesta época. Fica até difícil descrever em palavras, de tão belo que é. Por isto, cada um deve viver esta experiência. E por estes momentos, bateu a saudade e resolvi recriar este clima no meu cenário porém com o "Carrot Cake" como protagonista. Enquanto vocês do Brasil começam a aproveitar o calor, aqui começamos o friozinho mas devo dizer que o clima de onde eu moro é muito particular mas não reclamo porque aqui é considerado o melhor clima da Europa para viver.

Mas também senti vontade de comer um bolo com "gostinho" de uma bakery famosa, aquele bolo de vitrine. Então fiz este bolo, que dig, que é ao estilo americano. Irá observar os pedacinhos de cenoura, de maçã, de nozes então já imaginam o "pecado" em cada pedaço.



Vamos aos ingredientes:

  • 300 gramas de açúcar moreno( pode usar o demerara) ou use 150 de açúcar moreno e 150g de açúcar branco
  • 300ml de óleo de girassol
  • 3 ovos médios
  • 300 gramas de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de bicarbonato
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 1 colher de chá de canela
  • Meia colher de chá de noz moscada em pó
  • Meia colher de chá de gengibre em pó
  • Meia colher de chá de sal
  • 2 cenouras médias raladas
  • 1 maçã picada sem casca
  • 70 gramas de nozes picadas
Para a cobertura:

  • 150g de manteiga
  • 150g de açúcar de confeiteiro
  • 150g de queijo Philadelphia
Minha cobertura perfeita(fiz assim) bati 300g de queijo Philadelphia, mais ou menos 5 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro e uma colher de chá de baunilha. Adicione os ingredientes, bata na batedeira e  prove. Assim observará se precisa adicionar mais açúcar ou baunilha etc. Cada um tem um gosto. Meu paladar é encontrar o meio termo de todos os ingredientes, onde você sabe que há baunilha, açúcar e queijo porém sem ficar enjoativo.

Pré aqueça o forno á 170 graus.

Forre a base da forma com papel vegetal untada e reserve.

Peneirar a farinha de trigo, o bicarbonato, o fermento em pó, a noz moscada, o gengibre, o sal e reserve.

Bate o açúcar e óleo até que fique totalmente misturado. Adicionar os ovos, um a um e não adicione o seguinte até que o anterior esteja bem misturado a massa.

Adicionamos a farinha o ingredientes secos reservado em três vezes. Batemos devagar esta etapa. Quando todos os ingredientes estiverem bem integrados adicionamos as cenouras raladas, a maçã em pedaços e as nozes. Misture bem e coloque a massa na forma.

Forno aproximadamente de 45-60 minutos ou até que ao fazer o teste do palito saia limpo. Quando tiver assado, retire do forno e deixe esfriar durante 20 a 30 minutos. Depois se pode retirar o seu lindo bolo da forma.

Para preparar a cobertura bater a manteiga com o açúcar na batedeira até estarem totalmente misturados(aproximadamente 5 minutos). Adicione o queijo Philadelphia e bata por mais 5 minutos até que todos os ingredientes esteja totalmente misturados.

Para fazer a minha cobertura ideal somente bater todos os ingredientes.

E por último decore o seu bolo com muito carinho e "finito".



Observações:

Comprei gengibre em pó e noz moscada em pó no mercado. Simples e rápido. Neste caso usa o pronto mesmo.

Açúcar mascavo não pode nesta receita.

Aproveitem com um delicioso chá ou um cafezinho quentinho. Bom demais !!!

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Torta de Palmito no liquidificador

Amo torta de palmito e esta é super rápida de fazer. Não tem erro !!! Ainda bem que encontro palmito com facilidade onde resido atualmente, na Espanha. Se não gostam de palmito substitua por outro ingrediente de sua preferência. Confesso que nunca testei com outro ingrediente porque gosto muito de palmito.

Mas antes de passar a receitinha darei um dica. É importante que ferva o palmito em conserva. "Como assim ??? (vocês me perguntam??) Sim, é verdade. Então após abrir o pote, ferva-o em água ou no próprio líquido da conserva durante 15 minutos e, em seguida, mergulhe-o em água-fria. Este procedimento mata possíveis bactérias que tenham sobrevivido dentro do recipiente, como a Clostridium botulinum, responsável pelo botulismo( doença que paralisa os músculos). O risco de contaminação no palmito existe porque boa parte da produção(colheita e envasamento) ainda é artesanal. Outra medida importante é que, sempre compre um produto com a certificação de órgãos de saúde e da Anvisa e, mesmo assim, evite as embalagens estufadas, enferrujadas ou com alteração de cor. Agora que já aprenderam, façam como ensinei e vamos fazer a receita.  

                                                            Torta de Palmito de liquidificador.



Ingredientes:

  • 1 xícara(chá) de leite
  • 3 ovos
  • 1/2 xícara(chá) de óleo
  • 1 tablete de caldo de legumes
  • 3 colheres(sopa) de queijo ralado
  • 2 xícaras(chá) de farinha de trigo 
  • 1 colher(sopa) de fermento em pó
  • 1 colher(sopa) de salsa picada
Coloque todos os ingredientes no liquidificador, começando pelos líquidos e bata bem e reserve.

Recheio:

  • 1/4 xícara(chá) de azeite
  • 1 cebola grande picada
  • 4 tomates sem pele picado. Tiro a semente também(opcional)
  • 1 vidro de palmito picado. Uso mais de um vidro porque gosto com bastante palmito.
  • 4 colheres(chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara(chá) de leite
  • 1/4 de azeitonas verdes picadas
  • Salsinha, sal e pimenta do reino á gosto.
Em uma panela média, aqueça o azeite, junte a cebola e o tomate, tampe e deixe cozinhar por 3 minutos ou até que a cebola fique macia.

Junte o palmito picado e a farinha dissolvida no leite e cozinhe em fogo baixo mexendo até engrossar.

Retire do fogo, junte a azeitona e a salsinha. Tempere com sal e pimenta do reino á gosto.

Deixe esfriar.

Obs: este recheio é tão gostoso que cuidado que pode não sobrar nada para a torta.

Montagem

Coloque metade da massa em um refratário untado e enfarinhado, disponha sobre este o recheio de palmito e cubra com a outra metade da massa.

Leve ao forno médio pré-aquecido por aproximadamente 40 minutos.


Retire do forno e decore á gosto.

Obs: Usei um refratário tamanho médio ou uma forma de alumíno para torta de tamanho aproximadamente 22cm.

Torta saindo do forno


Minha receita preferida de torta de palmito. Não resisto !!!

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Sobremesa facilissima: Marshmellow banhado ao chocolate

Gostaria de mostrar uma receita super fácil e então me surgiu esta idéia. Seja para festa das crianças para deixar a mesa linda e garanto que todos irão gostar. Ou simplesmente servir depois de um jantar aos amigos. As fotos já falam por si só. Escolha um ótimo chocolate de qualidade, minha preferência meio amargo afinal o marshmellow é bem "docinho" o que já sabemos. Mas escolha o chocolate de sua preferência, confetes ou castanhas trituradas, usem a imaginação e saboreiem.





Aproveitem !!!

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Bolo Pão de Mel com Doce de leite

Sabe aquela vontade de comer pão de mel e você está bem longe para comprar um e matar o seu desejo. Foi assim que decidir fazer este bolo Pão de Mel com cobertura de Doce de leite.
Na verdade fiz em porções individuais então eu chamo de mini bolo Pão de mel, do tamanho do meu desejo porém a receita dá um bolo enorme. Prepare sua forma grande e arrase na receita. Ou se preferir divida a massa em duas formas e faça um agrado para alguém que você gosta muito.

Será uma miragem ????

Bolo Pão de Mel

Ingredientes:

  • 3 1/2 xícaras(chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara(chá) de açúcar mascavo
  • 1 xícara(chá) de maionese tradicional
  • 1 xícara(chá) de chocolate em pó
  • 1 xícara(chá) de leite
  • 1 ovo inteiro
  • 2 doses de conhaque
  • 1 colher(café) de canela em pó
  • 1 colher(café) de cravo da índia moído ou se não tiver moído coloque 2 cravos
  • 2 colheres(chá) de fermento
  • 1 xícara(chá) de mel ou glucose
A receita pedia para bater tudo no liquidificador mas a não ser que você tenha um liquidificador industrial ou seja grande "pra caramba" para poder bater todos os ingredientes e também que seja muito potente, não funcionará. Melhor bater na mão por exemplo. Sim, nós temos liquidificadores bons no mercado mas esta receita é impossível bater nele então bati na minha batedeira de mão. O importante é que misture todos os ingredientes e por isto indico que os cravos da índia seja em pó. Colocar os 2 cravos inteiros a massa, não aconselho pois comer um pedaço de  bolo e mastigar o cravo da índia inteiro, não dá.
Façam como desejar. Poderá separar os ingredientes secos e agregar os ingredientes molhados e misture tudo com um fouet. Não esqueçam que sempre o fermento em pó é o último a ser adicionado.
 Forno médio por até que asse completamente.

Dica: Indico que façam meia receita caso não estejam com o maior desejo como eu estava. Mas ficou de "chupar os dedos".

Um cafezinho não pode faltar !

Não !!! É real, mini bolo pão de mel com cobertura de doce de leite !



 
 
Observação: A cobertura misturei doce de leite com creme de leite(caixinha).
 
Fotos by Fabi 


quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Baião de 2 especial

Resolvi apresentar ou melhor ensinar a vocês a minha receita predileta de Baião de dois.

Baião-de-dois é um prato típico da região Nordeste  do Brasil, oriundo do estado da Paraíba. Também é bastante apreciado nos estados de Rondônia e Acre. Consiste num preparado de arroz e feijão, de preferência o feijão verde ou feijão novo. É frequente adicionar-se carne-seca (charque).

O termo baião, que deu origem ao nome do prato, designa uma dança típica do nordeste, por sua vez derivada de uma forma de lundu, chamada "baiano". A origem do termo ganhou popularidade com a música Baião de Dois, parceria do compositor cearense Humberto Teixeira com o "Rei do Baião", o pernambucano Luís Gonzaga, na metade do século XX.

O baião, por ser uma mistura de dois elementos da culinária brasileira apreciados e de fácil acesso, o arroz e o feijão, é muito comum em áreas rurais do Nordeste. É possível perceber que ele é feito principalmente à noite para que seja aproveitado o restante do feijão cozido durante o dia.

Então faça sua listinha e vá para o supermercado á comprar os ingredientes porque esta receita brasileiríssima tenho certeza que não irá perder e vai fazê-la. Hoje eu estou brava e mandona (TPM), ai como as mulheres sofrem. Vamos lá...



Ingredientes:

  • 1kg de carne seca
  • 2 1/2 xícaras(chá) de feijão de corda (comprei na feira de rua)
  • 100g de bacon em pedaços
  • 5L de água
  • 4 dentes de alho processado
  • 1 cebola processada
  • 4 colheres(sopa) de manteiga de garrafa( comprei no Mercadão de S.P.)
  • 1 1/2 xícara(chá) de queijo coalho cortado em cubos
  • Coentro e cebolinha processados
Preparo

Deixar a carne seca na água para dessalgar em uma tigela, trocando-a a cada 4hs.

Em uma panela de pressão cozinhar a carne seca com o feijão(fiz separado) ou seja cozinhei separado ambos. Reserve.

Em outra panela, refogue o alho e a cebola na manteiga de garrafa até dourar, junte o feijão, misture, acrescente o arroz, o coentro e a cebolinha e cozinhe até o arroz ficar macio. Cozinhei o arroz separado e joguei ao refogado de alho e cebola. Lembrando que sempre que for refogar alho e cebolo, primeiro refoga a cebola e quando estiver transparente, jogue o alho e ambos ficaram douradinhos e não queimarão. Se jogar a cebola e o alho juntos, o alho dourará primeiro e quando a cebola estiver no ponto desejado o seu alho já estará queimadinho e isto ninguém quer. Mas continuando a receita, próxima etapa é adicionar o queijo coalho até que derreta. Fiz de outra forma, grelhei o queijo coalho e joguei em cima no final.

E por fim o bacon e misture tudo. Neste caso o queijo coalho finalizou o prato.

Opcional: Pode colocar banana da Terra. No meu caso não coloquei pois não encontrei. Mas como uma bananinha deve ficar "bão demais". Não sei se vocês sabem mas minha família mineira tem o hábito de comer banana com a comida. Coisa estranha alguns irão pensar mas é verdade mineiro gosta de uma banana viu.

Dicas:

  • Se não encontrar a manteiga de garrafa pode usar manteiga comum ou azeite. Ou como sempre faço alguns dos meus refogados com um pouco de manteiga e um pouco de azeite. Confesso á vocês que depois de ter rodado muitos lugares em S.P. e já estava virando história encontrar a manteiga de garrafa, resolvi ir ao centro da cidade e lá com toda a minha esperança achar a bendita. E foi dito e feito, lá eu comprei a manteiga de garrafa. Ai !! Somente o mercadão (Mercado Municipal de São Paulo) para salvar a minha vida para fazer a receita como um Nordestino faz.
  • Arroz e feijão devem ficar "al dente", não passem do ponto. Então fiquem de olho.
  • Usar arroz parborizado(melhor opção).
  • Cozinhar a carne seca em peça inteira e depois cortar em cubos. Desfiei a carne pois fica melhor.




Por sinal, esta receita me fez recordar uma das melhores férias da minha vida em Fortaleza. Sou apaixonada pela terrinha. Ai que saudades!!! Lugar lindíssimo, amo Fortaleza.

Fotos by Fabi.

Créditos á Google.

E beijão á todos(as) e principalmente aos nordestinos fica aqui o meu beijo especial.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Pancakes by Jamie Oliver

Se tem um chef que AMO é Jamie Oliver. Claro, que não somente á mim como milhões de seguidores amam Oliver.Suas receitas são fáceis e nunca falham. Assim quando quero fazer algo básico sempre penso no meu querido Jamie Oliver.

A semana passada foi o dia internacional de Panquecas(Internacional Pancake´s Day) e para quem acompanha a fan page do blog Bolo Simples no Facebook ficou sabendo á respeito. Porém deixei para celebrar este dia no final de semana com minha família. E assim foi feito como publiquei no Instagram.

Esta receita mais americana não tem e claro que lembrei dos bons tempos em que morei nos Estados Unidos. Muitas vezes quando ia tomar café com minha família americana e sempre não faltava as "pancakes". Além disto frequentava muitíssimo o IHope, o melhor lugar para comer panquecas.

Esta receita, vamos dizer assim " Pancakes USA Style", melhor impossível para começar o seu dia.

Adicione frutas as suas panquecas


Ingredientes

  • 3 ovos grandes
  • 115 grs de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 140ml de leite
  • 1 pitada de sal

Primeiramente separe as gemas das claras. Reserve as claras em um recipiente para batê-las em neve.

Em um bol coloque as gemas, farinha de trigo, fermento em pó, leite e uma pitada de sal. Misture com um fouet.

Em outro bol bata as claras em neve e adicione-as á massa. Misture as claras em neve delicadamente até que todos os ingredientes estejam bem incorporados.

Pegue uma frigideira antiaderente e adicione a massa das panquecas com uma concha. Confesso que minha panela para "pancakes" é fofa (reparem na foto).

Esta receita serve 2 pessoas mas tudo vai depender do tamanho das panquecas que fará.



Google responde: Xarope de ácer ou xarope de bordo, conhecido como maple syrup e sirop d’érable nos Estados Unidos e no Canadá é um xarope extraído da seiva bruta de árvores do gênero Acer, sobretudo Acer nigrum e Acer saccharum, cujo nome comum, no Brasil, é bordo.

Syrup de chocolate ou Maple. Escolhi comer uma com Maple e outra com chocolate. Bom demais !!



Dica para quem vai passear nos USA conheça o IHOP http://www.ihop.com/ , que saudades de comer milhões de calorias no IHOP.

Fotos by Fabi.


quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Bolo - Pudim de milho

Esta receita já fiz várias vezes pois milho me lembra roça, fazenda, interior ou seja lembro da minha infância. É uma mistura de torta - bolo- pudim de milho ou seja "bão" demais da conta uai !!!


Esta receita rende 8 porções

Antes de começar a receita verifique se tem todos ingredientes necessários. Nada de correr ao supermercado no meio da receita.

Ingredientes

Massa Principal
  • 4 colheres(sopa) de açúcar
  • 100g de margarina (uso sempre manteiga)
  • 4 gemas
  • 1/2 lata de leite condensado
  • 1 xícara(chá) de fubá
  • 1 xícara(chá) de farinha de trigo
  • 1 colher(sopa) de fermento em pó
  • 4 claras em neve (bato na batedeira, sem esforço e rapidinho)
Para o Pudim irá precisar

  • 2 latas de milho verde
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de leite
  • 3 ovos


Preparo

Bata o açúcar, a margarina e as gemas na batedeira. Junte o leite condensado e o fubá. Com uma colher misture a farinha ao fermento(previamente peneirados) e adicione. Por último, coloque as claras em ponto de neve e misture delicadamente,

Para o Pudim bata todos os ingredientes no liquidificador.

Faça um calda de caramelo:  Precisará de 2 xícaras de açúcar em fogo baixo, mexendo até ficar douradinho. Em seguida 1/2 xícara de água bem quente ( cuidado para não espirrar), mexa e deixe lá, descansando um pouco enquanto você bata o pudim. Se nesta hora ainda tiverem alguns gruminhos de açúcar não é preciso esquentar porque quando a calda estiver dando aquela descansadinha os gruminhos vão se dissolver. Esta calda faço diretamente na forma de alumínio que usarei para assar o bolo - pudim de milho.

Montagem

Despeje na forma caramelada com buraco ao meio a massa principal. Por cima, ponha o pudim.

Asse em forno pré-aquecido á 180 graus até dourar. Teste do palito para saber se ambos estão prontos é infalível.
Diferença de textura > delicioso !!
 

 

Aceitam um pedacinho ????